quarta-feira, 16 de abril de 2014



Queria eu ter o dom de te escrever uma carta de amor com palavras semeadas e colhidas à luz do luar ou escritas em pautas de música ou quadros por pintar Queria eu atingir esse feito e dizer a todo o mundo o que vai no meu peito Queria eu saber recitar todas as nuances do verbo amar e dizê-lo a uma só voz Queria eu ecoar pelos confins do universo todo o esplendor que sinto e subtilmente enviar ao teu coração uma mensagem Queria eu poder Queria eu saber Queria eu ter o dom de te escrever…